Logo hpnews megafone 1400px

HP News

O HP News é um podcast sucinto, objetivo e com episódios relativamente curtos, onde Samej Spenser e Marcos Phill, (juntos e/ou separados), abordam questões, temas e assuntos pertinentes ao estudo e à prática da (auto-)hipnose, PNL e demais tecnologias mentais.

Acompanhe-nos nas redes sociais:






Auto Ajuda, Podcasting e Ciência e Medicina

Assine:

Ver todos episódios

🌀 #CuriosidadesHipnoticas 🌀 | Morte de #Heidenhain

2017 10 13   hp news   ch   morte heidenhain

🌀 Curiosidades Hipnóticas 🌀

Morte de Heidenhain

 
Bom dia, boa tarde ou boa noite! 😉
Eu sou Marcos Phill, hipnólogo e hipnotista. No episódio de hoje, dando continuidade à série “Curiosidades Hipnóticas”, venho falar sobre Heidenhain, que faleceu em 13 de Outubro de 1897.

Rudolf P. H. Heidenhain
Rudolf Peter Heinrich Heidenhain nasceu em 29 de janeiro de 1834 em Marienwerder, na Prússia Ocidental. Foi um médico alemão de grande renome e chegou à conclusões científicas que ainda hoje são válidas, com trabalhos que combinam microscopia, histologia, experimentos fisiológicos e análises químicas. Além disso, Heidenhain foi um incentivador de métodos animais-experimentais (vivissecção), que considerou indispensável para a ciência médica.
Heidenhain publicou 70 obras originais. De 1859 a 1897, foram publicados mais 170 artigos do Instituto de Fisiologia, publicados sob sua orientação e cooperação. Heidenhain era um dos médicos mais influentes de seu tempo.
Em 1880, Heidenhain estava entre os espectadores de uma apresentação do magnetizador dinamarquês Carl Hansen em Breslau e, espantado com os efeitos da sugestão, começou com investigações experimentais dos mecanismos fisiológicos do “magnetismo animal”. Ao fazê-lo, ele notou a sugestibilidade (ou “sugestionabilidade”) individualmente diferente em seres humanos. Um de seus irmãos foi especialmente receptivo à sugestão e se apresentou como um sujeito de teste. Neurofisiologicamente, Heidenhain explicou a hipnose como uma condição com atividade reduzida do córtex cerebral e cunhou o termo “inibição central” (ou “inibição cortical”).
Décadas depois, Ivan P. Pavlov, que estudou com Heidenhain em 1877 e 1884, observou estados hipnóticos de seus animais experimentais sobre o reflexo condicionado. Como causa, ele também assumiu uma inibição do córtex cerebral (inibição cortical parcial) em 1910.
Heidenhain faleceu em 13 de outubro de 1897, em Breslau, por consequências de uma úlcera duodenal.
 
Abraços hipnóticos e até breve! 😉
 
 

Contato e Redes Sociais