HP News - Hipnose ao pé do ouvido!

O HP News é um podcast sucinto, objetivo e com episódios relativamente curtos, onde Samej Spenser e Marcos Phill, (juntos e/ou separados), abordam questões, temas e assuntos pertinentes ao estudo e à prática da (auto-)hipnose.

Contatos e Redes Sociais 

 
 E-mail: hpratica@gmail.com

 Facebook: https://web.facebook.com/HPnewsPodcast

 Instagram: https://instagram.com/HPnewsPodcast

 Medium: https://medium.com/hipnose-pratica

• Spotify: http://bit.ly/hpnewspodcast

 Telegram: https://t.me/HPnews

 Twitter: https://twitter.com/HPnewsPodcast

 WhatsApp: http://bit.ly/SS-WA

 

COLABORAÇÃO RECORRENTE 

Agora, você pode demonstrar todo seu carinho e apoiar o HP News mensalmente, através da colaboração recorrente no Apoia.se e/ou no PicPay. Inicialmente, faremos um período de teste onde o valor é de apenas R$5,00!

Apoiando o HP News, você proporciona-nos mais e/ou melhores condições para que mantenhamos este trabalho, conseguindo equipamentos de melhor qualidade para a gravação, edição e publicação, (além dos custos atuais que temos para manter o HP News no ar); e tudo isso resulta em mais conteúdo, (com mais e/ou maior frequência), acesso ao grupo privado no Telegram e alguns outros benefícios que serão discutidos previamente entre os apoiadores no grupo privado!

Para colaborar, basta visitar os sites:

https://picpay.me/HPnews

https://apoia.se/HPnews

 

Saúde, Saúde Alternativa e Autoajuda

Assine:

Episódios Mostrando página 2 de 3 (27 episódios)

Nascimento do #Hipnotismo | 🌀 #CuriosidadesHipnoticas 🌀

Pouca gente conhece (ou se lembra) da data em que a hipnose (como a conhecemos) nasceu… ou melhor, quando ela foi “cunhada”. Historicamente falando, creditamos a James Braid (1795–1860) o nascimento da hipnose.

Braid é uma figura importante na história do hipnotismo, tanto que ele é frequentemente considerado o “Pai da hipnose”. Na verdade, pode-se argumentar que a hipnose, — como a conhecemos hoje —, não existia antes de Braid. Através de suas ideias sobre a natureza do transe e cunhando a própria palavra “hipnotismo”, ele removeu a hipnose das sombras do mesmerismo.

Leia a transcrição completa deste episódio neste link! 😉 

Grande e forte abraço e, até o próximo transe! 

CRÉDITOS


  • Músicas de fundo:

Contatos e Redes Sociais

E-mailFacebookInstagramMediumTelegramTwitterWhatsApp

011 - Pesquisa científica aprova a efetividade da Hipnoterapia

Pesquisa científica aprova a efetividade da Hipnoterapia

 
Arte: Fabio Franzoni
A maioria dos hipnólogos, hipnotizadores e hipnoterapeutas quando perguntados e/ou questionados sobre os resultados da hipnose, costumam apresentar o resumo de uma pesquisa de 1970, de autoria do psicólogo americano, Dr. Alfred A. Barrios, mas sempre de forma muito resumida:

  • Psicanálise: 38% de recuperação após 600 sessões (cerca de 11 anos e meio);
  • Comportamental: 72% de recuperação após 22 sessões (cerca de 6 meses);
  • Hipnoterapia: 93% de recuperação (cerca de 1 mês e meio).
Em contrapartida, eu havia tido acesso à pesquisa na íntegra apenas uma vez, anos atrás, e em inglês. E de uns tempos pra cá, senti vontade de conferir os detalhes dessa pesquisa. Ao buscar por resultados de traduções, encontrei apenas uma t̶r̶a̶i̶ç̶ã̶o̶ tradução, que me desagradou, pois a impressão que tive foi que colaram o texto no Google Tradutor e copiaram o resultado e pronto. Se foi isso mesmo, não sei.

Decidi então utilizar meu parco conhecimento da língua inglesa e, aliado ao Google Tradutor, procurei deixar o texto o mais compreensível que pude. Espero que gostem, e que o mesmo lhes esclareça muito mais que apenas a breve parcela da pesquisa que costuma ser utilizada!
Este artigo que lhes trago hoje foi originalmente publicado em PSICOTERAPIA: Teoria, pesquisa e prática, (primavera de 1970).

Confira a transcrição deste episódio aqui neste link! 😉

 

CRÉDITOS

 


Contatos e Redes Sociais

E-mailFacebookInstagramMediumTelegramTwitterWhatsApp

 

010 - Quem pode aprender hipnose?

Baseado nas diversas ocasiões em que recebi perguntas como "quem pode aprender hipnose?", trago pra vocês a resposta através da narração de alguns parágrafos contidos nas páginas 98 e 99 do livro "Guia Prático de Hipnose", de autoria do espanhol Horacio Ruiz.

Grande e forte abraço e, até o próximo transe! 🌀 😉

________
Publicado via bot no Telegram:  Megafono Express!


Contatos e Redes Sociais

E-mailFacebookInstagramMediumTelegramTwitterWhatsApp

009 - Dia Mundial do Hipnotismo

No dia quatro de janeiro, é celebrado o “Dia Mundial do Hipnotismo”, ou “World Hypnotism Day”, é uma comemoração internacional, que tem sido comemorada desde 2005, a partir da idealização do hipnoterapeuta norte-americano, Tom Nicoli, com o apoio de diversos profissionais de hipnose, de uma variedade de grupos e organizações espalhados pelo mundo.

A data foi criada em 2005 e celebrada pela primeira vez em 2006, com o objetivo de informar o público sobre os benefícios do hipnotismo, através da realização de eventos gratuitos ou de baixo custo pelo mundo.

O primeiro Dia Mundial do Hipnotismo foi dedicado em homenagem ao Dr. Jack Stanley Gibson, (⭐ 3 de novembro de 1909, ✝ 2 de abril de 2005), que passou grande parte de sua carreira tratando transtornos psicossomáticos com hipnoterapia.

O motivo da criação desta data foi o intuito de dissipar, de eliminar os inúmeros mitos que cercam a hipnose (graças a Hollywood e à literatura popular). Como muitos filmes e livros passam uma falsa imagem do hipnotismo ao público geral, outro objetivo do Dia Mundial do Hipnotismo é desvendar a verdade sobre o uso da hipnose. Então, já que este é um dos motivos, vamos eliminar alguns desses mitos! 😜

Aderindo à data que se comemora hoje, quero aqui trazer uma opção para os ouvintes do “HP News, hipnose ao pé do ouvido”: o ouvinte que entrar em contato via Telegram e/ou WhtasApp no mês de janeiro de 2018 informando o código “WHD2018”, seguido da mensagem que deixei no áudio deste episódio, receberá 20% de desconto no valor de cada sessão avulsa agendada no mês de Janeiro de 2018! *

Lembre-se de conferir o post deste episódio para mais informações! 😉


Grande e forte abraço e… até o próximo transe! 🌀

CRÉDITOS


Contatos e Redes Sociais

E-mailFacebookInstagramMediumTelegramTwitterWhatsApp


* Sessão em videoconferência com 60 minutos de duração, via Google Duo e/ou Skype, em horário previamente acertado e/ou combinado entre as partes. 

Feliz 2018

Feliz 2018


Que neste novo ano que se inicia, todos tenhamos nossos objetivos e metas devidamente alcançados.

Muito grato e satisfeito pela companhia de cada um de vocês, pelos downloads, pela interação e amizade.

Grande e forte abraço, e até o próximo transe! 😉
 


Contatos e Redes Sociais

E-mailFacebookInstagramMediumTelegramTwitterWhatsApp





 


 

Nascimento de #Elliotson | 🌀 #CuriosidadesHipnoticas 🌀

🌀 Curiosidades Hipnóticas 🌀

Nascimento de Elliotson


Bom dia, boa tarde ou boa noite, aqui quem vos fala é Samej Spenser trazendo mais um episódio da série Curiosidades Hipnóticas, e hoje, venho falar sobre John Elliotson, médico inglês que estaria aniversariando hoje (caso estivesse vivo). 😉

John Elliotson nasceu em 29 de outubro de 1791, na cidade de Southwark, na Inglaterra e morreu aos 76 anos, em 29 de julho de 1868, em Londres.

Elliotson foi professor dos princípios e prática da medicina na University College London e médico sênior do University College Hospital.

Foi um autor prolífico e influente, professor respeitado, sempre na “vanguarda” de sua profissão (foi um dos primeiros na Inglaterra a usar e promover o uso do estetoscópio e um dos primeiros na Grã-Bretanha a utilizar a acupuntura), era também renomado por suas habilidades de diagnóstico como clínico e suas prescrições extremamente fortes.

Clique aqui para ler a transcrição deste episódio! 

CRÉDITOS


Contatos e Redes Sociais

E-mailFacebookInstagramMediumTelegramTwitterWhatsApp


008 - Induções vs. Sugestões Hipnóticas

Olá amigos, bom dia, boa tarde ou boa noite. Eu sou Samej Spenser e este é mais um episódio do podcast HP News; hoje vou falar sobre um assunto extremamente pertinente na hipnose, em detrimento de outro muito divulgado, procurado e até massivamente ensinado nos cursos de final de semana, (e nos vídeos de hipnose dos youtuber’s): o assunto hoje é “Induções Hipnóticas vs. Sugestões Hipnóticas”.

Leia mais sobre o assunto aqui neste link!
 

CRÉDITOS

  • Trilha sonora: “Soft Jazz Sexy Instrumental Relaxation Saxophone Music 2013 Collection”;
  • Artista: Soft Jazz;

Contatos e Redes Sociais

E-mailFacebookInstagramMediumTelegramTwitterWhatsApp

Morte de #Heidenhain | 🌀 #CuriosidadesHipnoticas 🌀


🌀 Curiosidades Hipnóticas 🌀

Morte de Heidenhain

 
Bom dia, boa tarde ou boa noite! 😉
Eu sou Marcos Phill, hipnólogo e hipnotista. No episódio de hoje, dando continuidade à série “Curiosidades Hipnóticas”, venho falar sobre Heidenhain, que faleceu em 13 de Outubro de 1897.

Rudolf P. H. Heidenhain
Rudolf Peter Heinrich Heidenhain nasceu em 29 de janeiro de 1834 em Marienwerder, na Prússia Ocidental. Foi um médico alemão de grande renome e chegou à conclusões científicas que ainda hoje são válidas, com trabalhos que combinam microscopia, histologia, experimentos fisiológicos e análises químicas. Além disso, Heidenhain foi um incentivador de métodos animais-experimentais (vivissecção), que considerou indispensável para a ciência médica.
Heidenhain publicou 70 obras originais. De 1859 a 1897, foram publicados mais 170 artigos do Instituto de Fisiologia, publicados sob sua orientação e cooperação. Heidenhain era um dos médicos mais influentes de seu tempo.
Em 1880, Heidenhain estava entre os espectadores de uma apresentação do magnetizador dinamarquês Carl Hansen em Breslau e, espantado com os efeitos da sugestão, começou com investigações experimentais dos mecanismos fisiológicos do “magnetismo animal”. Ao fazê-lo, ele notou a sugestibilidade (ou “sugestionabilidade”) individualmente diferente em seres humanos. Um de seus irmãos foi especialmente receptivo à sugestão e se apresentou como um sujeito de teste. Neurofisiologicamente, Heidenhain explicou a hipnose como uma condição com atividade reduzida do córtex cerebral e cunhou o termo “inibição central” (ou “inibição cortical”).
Décadas depois, Ivan P. Pavlov, que estudou com Heidenhain em 1877 e 1884, observou estados hipnóticos de seus animais experimentais sobre o reflexo condicionado. Como causa, ele também assumiu uma inibição do córtex cerebral (inibição cortical parcial) em 1910.
Heidenhain faleceu em 13 de outubro de 1897, em Breslau, por consequências de uma úlcera duodenal.
 
Abraços hipnóticos e até breve! 😉
 
 


Contatos e Redes Sociais

E-mailFacebookInstagramMediumTelegramTwitterWhatsApp

Nascimento de #Pavlov | 🌀 #CuriosidadesHipnoticas 🌀


🌀 Curiosidades Hipnóticas 🌀

Nascimento de Pavlov 
Bom dia, boa tarde ou boa noite! 😉
Eu sou Samej Spenser, hipnoterapeuta e reprogramador mental. No episódio de hoje, quero trazer uma pequena “série” chamada “Curiosidades Hipnóticas”… Meu intuito com esta série é trazer para vocês conteúdos curiosos e relevantes sobre a hipnose e/ou personagens relevantes na história da hipnose.

E abrindo esta série, venho hoje falar a respeito de Pavlov!
 

Ivan P. Pavlov

Ivan Petrovich Pavlov nasceu em Riazan, no dia 26 de setembro de 1849 e foi um fisiologista russo conhecido principalmente pelo seu trabalho no condicionamento clássico.

Foi premiado com o Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1904, por suas descobertas sobre os processos digestivos de animais. Ivan Pavlov veio no entanto a entrar para a história por sua pesquisa em um campo que se apresentou a ele quase que por acaso: o papel do condicionamento na psicologia do comportamento (reflexo condicionado).

Na década de 1920, ao estudar a produção de saliva em cães expostos a diversos tipos de estímulos palatares, Pavlov percebeu que com o tempo a salivação passava a ocorrer diante de situações e estímulos que anteriormente não causavam tal comportamento (como por exemplo o som dos passos de seu assistente ou a apresentação da tigela de alimento). Curioso, realizou experimentos em situações controladas de laboratório e, com base nessas observações, teorizou e enunciou o mecanismo do condicionamento clássico.

A ideia básica do condicionamento clássico consiste em que algumas respostas comportamentais são reflexos incondicionados, ou seja, são inatas em vez de aprendidas, enquanto que outras são reflexos condicionados, aprendidos através do emparelhamento com situações agradáveis ou aversivas simultâneas ou imediatamente posteriores. Através da repetição consistente desses emparelhamentos é possível criar ou remover respostas fisiológicas e psicológicas em seres humanos e animais. Essa descoberta abriu caminho para o desenvolvimento da reflexologia e psicologia comportamental e mostrou ter ampla aplicação prática, inclusive no tratamento de fobias e nos anúncios publicitários entre outras aplicações da medicina e ciências cognitivas.

Pavlov faleceu em 27 de fevereiro de 1936 e foi sepultado no Cemitério de Volkovo em São Petersburgo.
 
Grande e forte abraço, e até breve! 😉
 
 


Contatos e Redes Sociais

E-mailFacebookInstagramMediumTelegramTwitterWhatsApp


 

007 - Dia do Hipnólogo

Dia do Hipnólogo 

Hoje, dia 25 de Setembro, é comemorado nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, o Dia Municipal do Hipnólogo.
Em São Paulo, a data foi incluída no calendário de comemorações municipal em 2012, numa sessão solene na Câmara Municipal, por iniciativa do então vereador Quito Formiga; e no episódio de hoje, você ouve uma ligeira gravação realizada na ocasião pela jornalista Ericka Perestrelo, pela Rádio Web Câmara.
Abaixo, você pode também ver algumas fotos minhas nesta ocasião.
 
Abertura da sessão solene na Câmara Municipal de São Paulo.
 
Martha Mendes (idealizadora da lei) e eu, Samej Spenser.
 
Quito Formiga (autor da lei) e eu, Samej Spenser.

Quero deixar aqui meus votos de parabéns e sucesso para todos os estudantes da hipnose (hipnólogos), hipnotistas, hipnoterapeutas e hipnotizadores. Que possamos (juntos) utilizar a hipnose, — com ética, respeito e sabedoria —, para ajudar cada vez mais pessoas!

 

CRÉDITOS



ENCERRAMENTO

Você que já está habituado a consumir e ouvir podcasts em seu agregador, lembre-se de visitar o post deste episódio em www.hpnews.com.br para comentar, ler a transcrição e conferir algumas notas que adicionei.

Lembre-se também de compartilhar o HP News com seus amigos nas redes sociais e, às sextas-feiras, utilize a hashtag #PodcastFriday, compartilhando seus episódios favoritos; desta forma, mais pessoas tomam conhecimento desses episódios e, de quebra, podcasts como o HP Newschegam a mais pessoas interessadas nos mesmos assuntos! 😉

Grande e forte abraço e, até o próximo transe! 🌀


Contatos e Redes Sociais


COLABORAÇÃO RECORRENTE

Agora, você pode demonstrar todo seu carinho e apoiar o HP Newsmensalmente, através da colaboração recorrente no Apoia.se e/ou no PicPay. Inicialmente, faremos um período de teste onde o valor é de apenas cinco reais!

Apoiando o HP News, você proporciona-nos mais e/ou melhores condições para que mantenhamos este trabalho, conseguindo equipamentos de melhor qualidade para a gravação, edição e publicação, (além dos custos atuais que temos para manter o HP News no ar); e tudo isso resulta em mais conteúdo, (com mais e/ou maior frequência), acesso ao grupo privado no Telegram e alguns outros benefícios que serão discutidos previamente entre os apoiadores no grupo privado!

Para colaborar, basta visitar os sites:



Página anterior Próxima página

Megafono